"É impossível de Deus minta." - II

Complementando a postagem de ontem:
"Ora, ao que trabalha, o salário não é considerado como favor, e sim como dívida." Romanos 4: 4


Quem trabalha?

  • Todos que estão na presença de Deus, que O buscam.
Trabalham fazendo o quê?
  • Esse trabalho é tudo que fazemos diante de Deus, como mencionei ontem: jejuns, orações, súplicas, clamores, pregando o evangelho, evangelizar, interceder, renunciar, vigiar, dedicar-se diariamente a Deus.
Todo esse trabalho, esse envolvimento com Deus, e tudo que nos liga a Ele é considerando, para Ele, como dívida e não como favor. Esse trabalho, sendo exercitado sempre, nos aproxima das bençãos até que tomemos posse delas, e soma para a recompensa final que chama-se galardão, recompensa tão aguardada após a morte.
É importante frisar: essa dívida só será quitada se perseverarmos até o último segundo de vida, não importando com o que está acontecendo agora, sendo bom ou mal. 

Ele é fiel, e não mente! Ele nos afirma que essa dívida será quitada, então devemos permanecer até que tomemos posse dela.



Postagem com orientação de Washington Pereira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

"Enquanto há vida, há esperança."