Ansiedade

"[...] fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo." Salmos 131: 2

A ansiedade é algo terrível, que quanto mais alimenta, mais te consome. Você fica querendo tomar providências com as próprias mãos, esquece de Deus e da palavra que Ele enviou. A pessoa perde a confiança e a paz interior, e escrevo com propriedade pois já senti esse terror!
Davi sentiu ansiedade, mas ele fez sossegar a alma dele, quando afirma: "fiz calar e sossegar a minha alma" a atitude partiu dele primeiro. É claro que se não está sendo forte o suficiente para calar a ansiedade peça a Deus, peça a Ele para não deixar seus pés vacilarem pela falta de confiança, pois a ansiedade é uma insegurança grande e uma falta de confiança em Deus tremenda.
Eu entendi que a ansiedade me fazia insistir naquilo que Deus ainda não me deu, mas se Ele não me deu é porque não está na hora ou não estou pronta para receber, e se insisto em algo que não está na hora estou querendo que Deus faça a minha vontade, passo de servo a querer ser senhor, e só Cristo é o Senhor, não posso inverter os papéis! Eu preciso insistir em ter comunhão com Deus, pois Ele vai cuidar do resto que eu preciso!
Quando alcançamos a força, e misericórdia, de Deus para fazer calar e sossegar a ansiedade é como se houvesse um silêncio interior, exatamente como Davi descreve nesta passagem: a criança quando está com fome, chora e grita até a mãe pegá-la para amamentá-la, e quando ela mama vem o silêncio, a criança descansa, se aquieta... Assim somos nós: ao calar a ansiedade é como se eu pegasse a minha alma e desse a ela o que ela precisa: confiança.

"Espera, ó Israel, no Senhor, desde agora e para sempre." Salmos 131: 3. Lembrando que quando aparece a palavra Israel na bíblia, hoje significa nós.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

"Enquanto há vida, há esperança."