Sem me glorificar!

"Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas." Deuteronômio 8:17

Uma bênção em nossas vidas pode ter vindo através da nossa própria fé e obediência, ou por fé de um intercessor.
Meu pai da fé sempre me ensina que ao recebermos qualquer bênção, da menor a maior, em primeiro lugar, antes mesmo de regozijar, é agradecer a Deus, nem que seja em uma simples e curta oração, por aquilo ter acontecido em nossa vida.
Esta passagem chama atenção em um tipo de pessoa: aquela que recebe a bênção, e dentro de si diz: "Deus ouviu minha oração!"; ou "Eu consegui! Eu sabia que eu ia conseguir!"; ou ainda, "Fulano duvidou de mim, agora vai ter que engolir essa!"; "Aquela campanha que eu fiz arrebentou!!" e por aí vai, esquecendo que todas as bênçãos em nossas vidas são para glorificar o Nome do Senhor Jesus, é para testemunho, e com ele ganhar mais almas para o reino de Deus ou simplesmente para animar aos que já estão na mesma fé que a nossa, e não para SE GLORIFICAR! Dizer, dentro de si, que conseguiu, seja lá o que for, por méritos próprios é tocar em honra e glória de Deus, e sabemos perfeitamente que Ele não divide a glória Dele com ninguém, sem contar que se aquela bênção veio através do meu intercessor, e me glorifico, acabo sendo injusta! Aí a coisa piora, um abismo puxando o outro!!
EU E VOCÊ, precisamos ficar atentos ao recebermos uma bênção para não esquecermos que agradecer imediatamente, e fazer melhor ainda: já preparar o nosso coração a entender que se ganharmos algo é para glória de Deus, e não nossa! Fazendo assim estaremos estabelecendo o que tanto esperávamos em nossas vidas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

Dízimos e Ofertas - Primícias