"Alguém vai perder, e esse alguém não sou eu."

"Quando o valente bem armado guarda a sua própria casa, ficam em segurança todos os seus bens. Sobrevindo, porém, um mais valente do que ele, vence-o, tira-lhe a armadura em que confiava e lhe divide os despojos. Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha." Lucas 11: 21-23

O diabo trabalha dia e noite para nos destruir, ele é um valente que não desiste a luta, se empenha em conseguir nos derrotar e tenta nos matar, e sem cessar. Nós precisamos ser um valente, porém precisamos estar com Deus em todas as dificuldades da vida. Deus é o Único que nunca perdeu uma batalha; lembremos o exemplo de Davi, que sempre esteve com Deus em suas batalhas e não foi derrotado.
Meu pai da fé diz que em uma dificuldade na nossa vida alguém irá perder a batalha e esse alguém não será ele, ou seja, ele está convicto que aquele momento ruim passará e o diabo baterá em retirada.
Nesta passagem há dois tipos de valentes o que luta mas perde e o que vence e pega tudo do outro valente. Certamente queremos ser o valente vencedor, mas pra isso existe um preço: NÃO PARAR DE LUTAR. Sei que há momentos na vida que parecem que não andam ou que a luta está sendo em vão, mas nada é em vão! Perseverar em obedecer a Deus, continuar fazendo Sua vontade e não desistir de vencer aquele determinado problema é a única maneira de conquistar a vitória e pegar das mãos do diabo tudo o que é seu de volta.
Pensar na possibilidade de estar contra Deus é terrível, e qualquer falta de prática do que Ele deseja que façamos é exatamente o que estamos fazendo: estando contra Ele.
Observo esse texto para minha vida: não podemos parar de lutar! Precisamos continuar em orações e buscas até o dia em que tomarmos posse do que é nosso, até o dia em que vencermos o diabo para conquistarmos a salvação, saúde, família abençoada, área financeira abençoada e todas as áreas das nossas vidas resplandecendo o Nome de Jesus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

"Enquanto há vida, há esperança."