Arrependimento - parte II

Inicialmente nós somos conduzidos ao arrependimento pela graça de Deus, como afirma em João 15: 16 que diz: "Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrario, eu vos escolhi a vós outros [...].", ao nos escolher, nós estávamos cheios de pecados, e com essa condução ao arrependimento precisamos nos colocar diante Dele em oração e pedir perdão pelo erro cometido, pelo pecado. Com isso a pessoa se converte, decide mudar a direção e atitude em relação ao erro.

O arrependimento nos leva a vida eterna, mas precisamos seguir algumas regrinhas:
Somente através do batismos nas águas é que concretizamos o arrependimento para salvação, João Batista pregava: "Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus." Mateus 3: 2. É através do batismo nas águas que damos os primeiros passos em direção a salvação. 
O arrependimento é algo fundamental para se alcançar salvação, pois significa mudar a mente, de atitude, de direção e se arrepender do passado, e também é mudar o coração. Em seguida é preciso confessar o pecado a Deus, como relata em Mateus 3: 6 que diz "e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.", e há casos em que é necessário confessar o erro diante da pessoa na qual magoou.
Segundo meu pai da fé, aquele que se arrepende se afasta do juízo final, da condenação ao inferno.
Continuaremos.
(Postagem com orientação, e explicações precisas, de Washington Pereira.)

Clique aqui e leia a primeira postagem. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

Dízimos e Ofertas - Primícias