A voz de Deus é estrangeira para mim?

"Há, sem dúvida, muitos tipos de vozes no mundo; nenhum deles, contudo, sem sentido. Se eu, pois, ignorar a significação da voz, serei estrangeiro para aquele que fala; e ele estrangeiro para mim." 1 Coríntios 14: 10-11 (Leia todo o texto de 1 Coríntios 14: 1-19)

Paulo explica que aquele que fala em línguas precisa interpretá-la, pois sem a interpretação a edificação é pessoal com a interpretação edifica a igreja, e que antes todos profetizassem para edificação da igreja.
Sem a interpretação não há a compreensão, com isso não será seguido de edificação.
Mas a passagem acima me chamou a atenção a uma pergunta: "Deus tem sido um estrangeiro para mim?" na hora que li, foi o que veio em minha mente. Por isso, que meditemos hoje, se eu não tenho sido um estrangeiro para Deus e Ele para mim. Se eu não entender a linguagem de Deus, do que Ele quer para minha vida, do que preciso praticar, certamente Ele será um estrangeiro para mim, e se eu não o compreendo não O obedeço, como Ele poderá ouvir minhas orações? Claro que não seremos para Deus como um estrangeiro, mas se Ele não me atender, não seria um? Eu preciso compreender às ordens de Deus, e não fazer da forma que entendi, mas sim a que Deus falou. Deus quer que obedecemos, praticando mandamentos e estatutos descritos, e nós queremos a cada dia fazermos nossas vontades e sentimos prazer com isso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

Dízimos e Ofertas - Primícias