Olhos impuros.

São nossos olhos, nossa forma de ver as coisas que nos fazem pecar, vendo algo como impuro. Paulo afirma em Romanos 14: 14 que tudo é puro e que nós quem consideramos impuro, e assim ele se referia a comida.
"Todas as coisas são puras para os puros; todavia, para os impuros e descrentes nada é puro. Porque tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas." Tito 1:15

Precisamos meditar se estamos tendo equilíbrio nesse ponto, nem sendo cegos a ponto de não vermos o que está errado e nem tendo mente e consciência corrompidas a ponto de ser considerado um descrente. Será que nossos olhos estão vendo aquilo que realmente é para ser visto? Confesso que estou nessa luta há um tempão, mas não desisto de conquistá-la completamente. 
A busca em Deus de obter este equilíbrio é necessária, para não estarmos dentro da uma igreja, ouvindo pregações, sendo um frequentante, apenas, e sem salvação. 
Busquemos e meditemos. Na fé.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

Dízimos e Ofertas - Primícias