Aparentemente vivo.


As pessoas, a cada dia que passa, estão com menos tempo e mais preocupadas com aquilo que não devem se preocuparem, mais tempo ligadas a tecnologia e menos ligadas a Deus. E todo esse erro faz com que se olhem cada vez menos e consequentemente errem cada vez mais diante de Deus. Muitos se fantasiam de cristãos e vivem como se fossem um, mas como se preocupam com o que não devem, por dentro estão com o coração cheio de pecado, engano e com a mente cheia de coisas que desagradam a Deus.

Se o que vamos apresentar diante de Deus, no Dia do Juízo, são nossas almas, então, o que está dentro de nós, é o que levaremos diante Dele. Mas, muitos, estão cada vez menos preocupados com isso.

"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes a sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos mortos e toda imundícia!" Mateus 23: 27

Estar fantasiado de cristão é pura hipocrisia! Do que adianta estarmos em uma igreja, cantando, lendo a bíblia, tendo responsabilidades lá dentro, se dentro de mim Deus não vê o que deseja? Como continuar pensando que frequentar uma igreja me levará a salvação? Veja as escrituras, não há relatos de pessoas que foram salvas limpando a igreja, atendendo o povo, louvando ou lendo a bíblia! Aqueles que estão mortos espiritualmente, longe de Deus, serão condenados, não terão salvação. E você deseja isso? Enquanto não nos importarmos com nossa conexão com Deus, aquela que ninguém vê, e vivermos em exercício constante da palavra, NUNCA seremos salvos, não adianta querer se enganar.
Reflitamos este final de semana: estou vivo espiritualmente, buscando ter uma vida com Deus, colocando-O acima de tudo e todos, ou morto, vivendo uma vida de aparência por frequentar uma igreja? Mesmo que a resposta seja que estás vivo, vai precisar de forças para se manter vivo até o dia da morte ou a vinda do Senhor Jesus, com isso, desde já inicie esse processo de busca em perseverar.
Na fé!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

Dízimos e Ofertas - Primícias