Nosso esforço não é vão.

"Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual ainda perseverais; por ele também sois salvos, se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei, a menos que tenhais crido em vão." 1 Coríntios 15: 1-2

Duas palavras me chamam atenção nestes versículos: PERSEVERAIS e RETIVERDES. Sempre sou repetitiva quanto ao assunto perseverança e quanto a pratica da palavra, aqui neste blog, e procuro trazer para minha vida também, pois sei que a vontade de desistir e em não praticar é algo real em nossas vidas, pois nossa tendência é sempre fazer o que queremos e não o que Deus quer.

Paulo, pregava a verdadeira palavra, era firme, e podemos observar que sua linha de pregação não tinha meios termos, era o que estava escrito e ponto final, e ele sempre frisava a perseverança em praticar o que foi pregado.
Precisamos meditar, se verdadeiramente estamos perseverando no que nos foi pregado. Já recebi pregações que reprovei, ou seja, eu não queria fazer de forma alguma, e dentro de mim, algo dizia que a condição para eu alcançar minha salvação era retendo-a, aceitando aquela palavra, para que minha vida pudesse ter um rumo diferente. Sei perfeitamente que tem coisas na palavra que se olharmos carnalmente não queremos e não seria possível praticarmos, mas é através desta palavra, que consideramos difícil de praticá-la, que ao retermos e perseverarmos seremos salvos.
Deveríamos nos obrigar a aceitá-la, impulsionar a nossa vida a praticar a palavra para que passemos a eternidade com Cristo. Qualquer esforço em relação a isso, poderá nos livrar da morte eterna, evitando-nos passar a eternidade com nosso adversário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

"Enquanto há vida, há esperança."