Pare bom, só que não!

"O desejo que se cumpre agrada a alma, mas apartar-se do mal é abominável para os insensatos." Provérbios 13: 19

Satisfazer-se realmente é algo agradável, e amargo renunciar-se.

Apartar-se do mal é complicado, afinal tudo nos impulsiona ao mal, e isso está em qualquer lugar basta a oportunidade. E é interessante como temos a tendência de desejarmos a satisfação pessoal e rejeitarmos aquilo que é bom para nós, como apartar-se do mal. Apartando-me do mal não tenho satisfação imediata, afinal nossa recompensa fica para depois da primeira morte, e receber na hora parece melhor... só parece.
Se tenho mais prazer nas terrenas, no imediatismo prazeroso como alcançarei salvação? A salvação é um prêmio que só se pode aproveitar no momento certo e mais decisivo da vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

Dízimos e Ofertas - Primícias