Vigiar a blasfêmea.

"Mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo não tem perdão para sempre, visto que é réu de pecado eterno. Isto, porque diziam: Está possesso de um espírito imundo." Marcos 3: 29-30

Estamos vivendo dias em que o certo é errado e o errado é certo, com base nisso vigiar é fundamental. 

Para identificarmos se a pessoa é realmente de Deus, é preciso observar suas atitudes, se são realmente atitudes de Deus, e para ter a certeza que são de Deus eu preciso conhecer a palavra, entender que preciso vigiar e policiar minhas atitudes também e das pessoas que me rodeiam, se são ou não usadas pelo diabo. Onde quero chegar? Se os valores estão distorcidos, e falo isso com relação aos que professam o Nome de Jesus, então se enganar se a pessoa é de Deus ou não é só uma consequência. E isso se dá ao fato de que uma grande massa de evangélicos vivem pouco o verdadeiro evangélico e estão bem preocupados com o que os outros vivem ou deixam de viver, passaram a acusar, apontar erros e se preocuparem cada vez menos consigo mesmo, e a internet não me deixa mentir, é só ler comentários em toda e qualquer rede social. E esta atitude é bem parecida com a que Jesus viveu com os escribas e fariseus.
Com base nisso, é preciso prestar bem atenção a esse versículo e para que não tropece nele, afinal é um erro fatal, na dúvida, é bem melhor não falar que Fulano tem um espírito imundo, pois o mesmo é bem claro: "não tem perdão para sempre", "Isto, porque diziam: Está possesso de um espírito imundo." Vigiar também significa se proteger.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus prova os pensamentos.

Dízimos e Ofertas - Primícias